O que são perfis de investidores?

Descubra seu perfil de investidor e invista com tranquilidade e rentabilidade

Investir dinheiro pode parecer uma tarefa intimidadora, mas entender seu perfil de investidor é o primeiro passo para construir uma carteira financeira sólida e alinhada aos seus objetivos.

O perfil de investidor é uma classificação que reflete a disposição de uma pessoa para assumir riscos financeiros em seus investimentos. Ele é geralmente dividido em três categorias principais: conservador, moderado e arrojado. Essas categorias são determinadas por fatores como tolerância ao risco, horizonte de investimento e objetivos financeiros.

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários), autarquia vinculada ao Ministério da Fazenda, foi o órgão responsável pela criação do perfil do investidor e definiu a necessidade de sua aplicação por bancos e corretoras, de modo a restringir a publicidade de oportunidades que essas instituições poderiam dirigir a cada grupo de clientes.

A Importância de conhecer o seu perfil de investidor

Descobrir seu perfil de investidor é crucial, pois ajuda a alinhar seus investimentos com suas metas financeiras. Investir de acordo com seu perfil significa que você estará mais confortável com os riscos associados aos seus investimentos, aumentando as chances de sucesso a longo prazo.

A ideia, portanto, é que você evite colocar seu dinheiro em oportunidades ou mercados que você ainda não conhece profundamente, e que podem ter rendimentos e prazos com os quais você pode se sentir incomodado ou inseguro.

Descobrir seu perfil de investidor não é uma tarefa complexa. Muitas instituições financeiras oferecem questionários simples que analisam sua disposição para correr riscos e suas metas financeiras. Respondendo honestamente a essas perguntas, você será categorizado como conservador, moderado ou arrojado, e poderá configurar sua carteira de investimentos de maneira mais confortável.

Perfil do investidor conservador

O perfil do investidor conservador é aquele que prioriza investimentos de baixo risco e com prazos de vencimento curtos – preferencialmente, com liquidez diária.

As oportunidades de investimentos para esse perfil são as mais restritas. Uma prática comum de pessoas dessa categoria é o investimento em poupança que, apesar de ser um investimento seguro (pois é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito, ou FGC), é bem pouco rentável.

Para essas pessoas, podemos recomendar investimentos em produtos como:

  • CDBs (Certificados de Depósito Bancário): produto em que o investidor empresta dinheiro ao banco por um período determinado, recebendo juros em troca
  • Títulos do Tesouro: produto semelhante aos CDBs, mas dessa vez o investidor empresta seu dinheiro ao governo
  • Fundos DI: fundos que investem em ativos atrelados ao CDI (Certificado de Depósito Bancário), que podem ser CDBs e títulos públicos.

Perfil do investidor moderado

O perfil do investidor moderado é aquele que busca um equilíbrio entre risco e retorno, optando por uma variedade um pouco maior de investimentos que as pessoas de perfil conservador.

Esses investidores, portanto, não abrem mão da segurança, porém querem rendimentos maiores. E assim, sua carteira pode ser composta com uma parte de investimentos em renda fixa e outra em renda variável (sem exageros para nenhum dos lados).

No conjunto de investimentos em renda fixa, esse perfil pode colocar seu dinheiro em:

  • CDBs
  • LCIs e LCAs (Letras de Crédito Imobiliário e Letras de Crédito do Agronegócio), que funcionam de forma semelhante aos CDBs.

Já dentro da renda variável, o investidor moderado começa a expandir seus horizontes e investir em:

  • Debêntures: títulos emitidos por empresas para financiar suas atividades, mas que não contam com a proteção do FGC
  • Ações de empresas sólidas e com boas perspectivas futuras
  • FIIs (Fundos de Investimentos Imobiliários), que rendem a partir da locação, venda ou arrendamento de imóveis que constituem fundos geridos por administradores profissionais
  • Fundos multimercados: fundos que investem em diferentes tipos de ativos (como ações, títulos de renda fixa, moedas etc.) e são geridos por administradores profissionais.

Perfil do investidor arrojado

O perfil do investidor arrojado é aquele que está disposto a assumir riscos mais elevados em busca de retornos mais altos.

Esse tipo de investidor, portanto, aloca um percentual menor do seu dinheiro em renda fixa e privilegia oportunidades vinculadas à renda variável. Essa pessoa tem os conhecimentos e o preparo emocional necessários para colocar seu dinheiro em ativos mais voláteis e com prazos de vencimento mais longos.

A carteira do investidor arrojado pode conter:

  • CDBs, LCIs e LCAs (para sua reserva de liquidez)
  • Ações de empresas com alto potencial de crescimento ou pertencentes a setores específicos que o investidor considera como estratégicos
  • Fundos multimercados, que alavancam a diversificação dos ativos da carteira
  • Fundos temáticos: fundos que investem em diferentes tipos de ativos de setores ou temas específicos, como tecnologia, sustentabilidade, geração de energia etc.
  • Derivativos: instrumentos financeiros cujos valores derivam do preço de um ativo subjacente, como ações, títulos, commodities, moedas ou índices. Aqui estão incluídos produtos como Options, Futures, Forwards etc.
  • Criptomoedas: formas digitais de dinheiro que utilizam criptografia para garantir transações e controlar a criação de novas unidades. Elas operam sem a necessidade de uma autoridade central, como um banco ou governo, e são baseadas em tecnologia blockchain para registrar e verificar as transações. Exemplos incluem Bitcoin, Ethereum e Ripple
  • ETFs (Exchange-Traded Funds): fundos de investimento que negociam em bolsas de valores, representando um conjunto diversificado de ativos, como ações, títulos ou commodities. Funcionam como um fundo multimercado, mas com a flexibilidade de negociação em tempo real no mercado de ações.

Quais perfis de investidores são mais adequados para o Peer-to-Peer (P2P)?

Investimentos Peer-to-Peer (P2P), como os promovidos pela Wealth Money, são adequados para investidores de perfis moderado e arrojado, proporcionando uma combinação única de risco e retorno.

As características mais interessantes dessa modalidade para os investidores moderados e arrojados são:

  • Retornos atrativos: oportunidades P2P são classificados como investimentos do tipo renda fixa (afinal, você já sabe o quanto irá ganhar na compra do ativo) e, na maioria das vezes, oferecem taxas de juros mais altas em comparação com investimentos tradicionais
  • Diversificação: para investidores moderados e arrojados, a diversificação é fundamental para gerenciar riscos. Incluir P2P em uma carteira diversificada proporciona uma classe de ativos diferente, não correlacionada com os mercados tradicionais, ajudando a mitigar riscos
  • Horizonte de investimento: investidores moderados e arrojados muitas vezes têm horizontes de investimento mais longos e podem estar dispostos a aceitar uma certa volatilidade em troca de oportunidades de crescimento. Os investimentos P2P, embora possam ter riscos, podem se adequar a essa mentalidade de longo prazo e alcançar retornos expressivos fazendo uso dos famosos juros sobre juros
  • Acesso a novos mercados: o P2P permite que investidores acessem setores que podem não estar disponíveis por meio de investimentos tradicionais. Por exemplo, empréstimos a pequenas empresas ou financiamento coletivo para projetos específicos podem oferecer oportunidades únicas de investimento
  • Controle e transparência: investir em P2P geralmente oferece mais controle sobre os investimentos individuais. Os investidores podem escolher em quais empréstimos participar, avaliando cuidadosamente os riscos associados a cada oportunidade. Além disso, a transparência nas transações é uma característica positiva, diferentemente do que acontece, por exemplo, com as criptomoedas
  • Adaptação ao nível de risco: oportunidades P2Ps oferecem diferentes níveis de risco, desde empréstimos mais seguros até investimentos mais arriscados. Isso permite que investidores ajustem seus portfólios de acordo com sua própria tolerância ao risco e objetivos financeiros.

Gostou de conhecer sobre os diferentes perfis de investidor? Qual você acha que é o seu?

ACESSE A PLATAFORMA

Conteúdo exclusivo para clientes WMONEY

A conta na WMONEY é gratuita. Abra sua conta agora!

Invista melhor com a WMONEY

A Wealth Money não solicita nenhuma espécie de pagamento de valores antecipados ou depósito para outros favorecidos para concessão de crédito aos seus clientes.